damiaoeciadeteatro@gmail.com

Sobre a cia

A Damião e Cia é um grupo de pesquisa e criação em teatro e circo, fundado em 2012 por artistas bacharéis em Artes Cênicas na UNICAMP.

Desde o início, a companhia fundamenta seu trabalho na pesquisa e na realização de um teatro de convenção com foco na comunicação com o público, por meio do reconhecimento, valorização e recriação das várias formas do teatro popular. Fugindo do espaço teatral convencional, a Cia visa proporcionar a expansão do universo simbólico por meio de um teatro vivo e acessível para o grande público, de modo que a experienciação poética e coletiva constitua um importante agente de transformação sociocultural, ao criar rupturas no cotidiano e possibilitar encontros e trocas.

Trajetória

O grupo iniciou em 2012 suas pesquisas no campo das manifestações tradicionais brasileiras, entendidas como uma importante expressão da memória cultural de nossa identidade. Através de seus estudos, a companhia entrou em contato com a teatralidade e a musicalidade presentes no Cavalo Marinho, no Maracatu, na Folia de Reis e no Coco. Estes elementos estéticos formaram a base de seu primeiro espetáculo: “As Presepadas de Damião – de como fez fortuna, venceu o Diabo e enganou a Morte com as Graças de Jesus Cristo”.

Em 2013, o grupo estreou o espetáculo infantojuvenil “Estrela da Madrugada”, que foi remontado em 2017 sob a direção de Mario Santana. Nesta montagem, a Damião e Cia utiliza elementos estéticos inspirados no circo para criar uma interação viva e potente com as crianças, que tenha relação com o seu dia-a-dia mas que também estimule sua imaginação e a possibilidade do fantástico.

Em 2018 a Cia participou do projeto “Viagens Teatrais”, financiado pelo SESI-SP, com a montagem de seu terceiro espetáculo: “Burundanga – a revolução do baixo ventre”, de Luís Alberto de Abreu, com direção de Fernando Neves e assistência de Kátia Daher (Cia. Os Fofos Encenam, São Paulo).

Em 2019 os artistas da companhia foram convidada a participar da recriação em solos brasileiros do espetáculo de rua “Andante”, da Markeliñe Compañia, do País Basco, Espanha.

Ainda em 2019 a Cia integrou ao seu repertório o espetáculo “Atenção, respeitável público!”, criação da atriz Fernanda Jannuzzelli, fruto de sua pesquisa acerca do universo do palhaço tradicional brasileiro.

No mesmo ano o grupo estreiou “As Desventuras do Capitão Rabeca”, solo escrito e interpretado por Rodrigo Nasser, com direção artística de Tiche Vianna e direção musical de Marcelo Onofri.

Em 2020, durante a pandemia da Covid-19, os artistas adapataram seus trabalhos de criação para o meio online, realizando ações artísticas em diferentes formatos para as redes sociais e outras plataformas virtuais.

Desde 2014, a Damião e Cia realiza atividades de formação ligadas à pesquisa do grupo, tendo integrado coletivos culturais de Campinas e participando de ações voltadas a população da região.