Estrela da Madrugada

Estrela da Madrugada é um espetáculo voltado ao público infantojuvenil que aborda questões inerentes ao universo infantil de uma forma que gere interesse e reflexão tanto para os educadores e cuidadores quanto para as crianças.

Na peça, as palhaças Brigite Margô e Begônia, duas alunas do 4º ano, se encontram diante do desafio de passar de ano e decidem se aventurar em busca de uma solução mágica para ir bem nas provas, julgando que os riscos são mais promissores que ir para casa estudar. Assim, vemos duas estudantes diante de um problema bastante comum: a dificuldade de encontrar prazer nos estudos. Ao longo do espetáculo, público e personagens se dão conta de que as palhaças não são burras, pelo contrário, como todos nós tem várias qualidades, mas que podem não estar sendo valorizadas e estimuladas pelos meios tradicionais de ensino. Dessa forma, a peça questiona o que a educação formal pode estar deixando de fora e ressalta que o conhecimento está presente não só na sala de aula, mas também nas experiências de vida e nas relações interpessoais.

O espetáculo reflete ainda sobre o valor da amizade entre as duas palhaças, destacando a sua importância para a formação pessoal e para o desenvolvimento de todos nós como indivíduos. Contraposta a dimensão da amizade e do companheirismo no crescimento das crianças é colocada a temática do bullying, através dos personagens- Valentões do 9º Ano. Apresentados como vilões, estes personagens passam pela inversão clássica de status da comédia, de forma que ao final do espetáculo acabam sendo enganados por aqueles que outrora eles enganaram e ridicularizaram.

Nesta montagem, a Damião e Cia busca um aprofundamento na linguagem da comédia farsesca, utilizando elementos do circo na criação da dramaturgia, figurinos, música, personagens-tipo e nas metáforas que correlacionam os dois universos: escola e circo.

Assim, além das duas palhaças temos o diretor da escola, inspirado no apresentador do circo; os valentões influenciados pelas figuras da fera e do domador; e a própria Estrela da Madrugada, uma personagem lendária, responsável pela poção do conhecimento instantâneo, a qual foi inspirada nos mágicos e ilusionistas.

Construída a partir de uma trama que beira o universo do mistério, a peça procura criar uma interação viva e potente com as crianças, que tenha relação com o seu dia-a-dia mas que também estimule sua imaginação e a possibilidade do fantástico.

Nesta montagem, o grupo segue sua principal linha de pesquisa, a da linguagem batizada por nós de estética da bagaceira, a qual traz para o mundo lúdico do teatro o popular, nos seus mais variados sentidos, custe o preço que custar aos atores que se estrepam em cena na busca do riso e do contato direto com o público.

FICHA TÉCNICA

Direção: Mario Santana
Dramaturgia: Damião e Cia
Figurinos: Bruna Recchia
Fotografia: Gabriella Zanardi
Elenco: Ana Lais Azanha, Fernanda Jannuzzelli, Lara Prado, Lucas Marcondes e Rodrigo Nasser.

Gênero: Comédia infanto-juvenil para palcos e espaços alternativos
Temática: Vida estudantil; educação e infância
Classificação Indicativa: Livre
Duração: 50 minutos

TEASER

ESPETÁCULO NA ÍNTEGRA