Dia 12: Mais um jongo – o Crioulo

DSC08640

O Jongo Crioulo de Taubaté é um grupo como o nosso, formado por pessoas com vontade de estudar, conhecer e praticar um brinquedo brasileiro, neste caso, o jongo. Instruídos pelo tradicional Jongo do Tamandaré, de Guaratinguetá, o grupo se reúne a cerca de um ano para jongar e cultivar a prática na cidade de Taubaté.

Neste encontro, aprendemos um pouco do toque do tambu, embora ninguém se arriscasse a tocar na hora da brincadeira. Ouvimos novos pontos e cantamos alguns já conhecidos, e dançamos dessa vez ao modo do jongo paulista.

Como outras manifestações da nossa cultura, o jongo tem diversas camadas, e em poucos contatos só podemos ver algumas delas. O que não tira o brilho desses encontros e só faz reforçar nosso desejo de aprofundar os laços que fizemos até agora.

A chegada nesses grupos é sempre um mistério, pois, apesar de termos entrado em contato antes, não sabemos bem como nossa presença vai interferir no andamento dos encontros. Para além das primeiras incertezas, temos sido muito bem recebidos por todos os grupos, cada um a seu modo, o que por si só já é um aprendizado enorme. Nada tem me tocado tanto quanto a generosidade destes grupos em receber-nos, e, do mesmo modo que temos muita vontade e interesse em conhecê-los, também eles tem demonstrado curiosidade e gratidão por este grupo de teatro que vai visitá-los. Com simplicidade do óbvio disse o mestre Laudeni (Jongo Mistura da Raça) que o nosso interesse valoriza o acontecimento; e disso entendemos bem, pois para nós é o público que valida o teatro.

Muito temos aprendido nesses encontros, e pra além da experiência tão valiosa, vários pensamentos se encucaram em cada um de nós. A gente conversa e discute, mas sabemos que muita coisa só vai ser deglutida com o tempo. Com certeza voltaremos dessa viagem com bagagens extras de incertezas, somadas àquelas de aprendizado. Pois bem. Pois é assim que é, e que bom, não é?

Lara Prado

DSC08654 5 DSC08681 DSC08738

Fotos: André Sun

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *